Esta foto é sua?

Você foi e ainda é aquela parte que eu sempre procurei de mim

Foi… Assim.

Eu fui, mas não quis ir. Não adianta me culpar. Foi assim que eu decidi. Eu tinha essa mania de achar que você não me queria mais, que viveria o que a vida te reservava, como você já tinha me dito lá atrás.

Eu acreditei desde o início. Eu sabia que não seria suplício, pois eu tinha me preparado para tudo que desse de errado.

Menos se eu tivesse… Me apaixonado.

Mas aconteceu. Meu coração… Era seu.

Em tão pouco tempo, doeu. Você se afastou, como disse que faria. Nos tempos que eu achava que não ia, eu fingia que era o que acontecia. E olha para mim agora.

Eu me pergunto todos os dias se a minha falta você nota. Se ainda existe falta de prazer na derrota de cada um ter ido para seu lado, para terminar no mesmo lugar da roda.

Eu te amo. Não há a menor dúvida. Mas você nem sequer sabia.

São os seus olhos que me visitam todas as noites. É o teu sorriso que me ilumina.

Mas eu não sei como te dizer já que você não liga.

Porém, o que posso te garantir que a minha vida depois de você se tornou mais linda.
Ah, como eu queria você para sempre comigo…

Como eu quero ainda.

Meus olhos vão para o horizonte para chamar por todos os guias e perguntar se outra chance eu…

Teria.

“Eu escrevo nessas linhas todo o meu amor, com pureza digna de menina para que você ainda possa ler um dia.”

Comentários