Não tenho tudo o que desejo. Ainda bem!

Há exatos cinco anos, no dia do meu aniversário de 20, eu me empenhei na estranha tarefa de cortar uma fatia de bolo de baixo para cima e concentrei energias para fazer alguns pedidos. Mentalizei paz e saúde que nunca podem faltar, respirei fundo e abri a caixinha mental dos pedidos improváveis: boas notas na faculdade; um estágio; dinheiro; mais amigos; menos três quilos e um namoro com o carinha de quem eu estava gostando. Quase nada aconteceu. Graças a Deus.

Seis meses depois daqueles pedidos, eu perdi um período na Faculdade devido às notas baixas e na nova turma conheci amigos que mudaram completamente a minha vida.

Não consegui um bom estágio e aproveitei o tempo livre para retomar o velho hábito de escrever, que, vai entender, hoje é o que mais me alegra e me faz sentir prazer.

Não tenho mais dinheiro do que naquele dia e se antes eu desejava abundância, hoje peço sensatez para aprender a consumir menos e não enxergar a alegria naquilo que não tenho.

Tenho menos amigos do que há cinco anos. Muito menos. Tenho poucos amigos que me livram da solidão como se fossem uma verdadeira multidão.

Também não perdi peso. Ganhei. Ganhei dois quilinhos e um amor próprio que desconfio que more nos meus culotes. Por via das dúvidas, acho melhor não perdê-los.

Quanto ao carinha de quem eu gostava… Bom, não preciso nem dizer que em duas semanas eu deixei de gostar e hoje não sei se é o tipo de pessoa com quem eu gostaria de conversar. Muito menos namorar.

Fato é que a gente cresce ouvindo que o tempo é Senhor da razão sem prestar muita atenção. Queremos tudo logo. Tudo para ontem. Temos pressa, ansiedade e ambição. Achamos que sabemos o que é melhor para nós quando muitas vezes o comando não é só nosso. Desejamos besteiras. Fazemos pedidos fugazes e invocamos as forças do universo em vão.

Hoje eu só peço paciência e sensatez para entregar meu destino ao tempo, que por toda a vida vem mudando os meus desejos com sabedoria e compaixão. Hoje troco certezas por cervejas e peço que à beira de uma mesa de bar, minhas ideias, desejos e vontades continuem a mudar. Peço serenidade para não engessar e quem sabe até um pouco de maturidade para parar de desejar essas coisas bobas que daqui a cinco anos podem até me envergonhar.

Comentar sobre Não tenho tudo o que desejo. Ainda bem!

29 comentários abaixo sobre Não tenho tudo o que desejo. Ainda bem!

  • Avatar Pedro Aurelio Pires Maringolo disse:

    Show, Duda! Parabéns, pelo texto, pelo aniversário e pela maturidade que faz você mais leve e bonita… Que o Tempo, Criador de Tudo, mantenha sua trajetória e seus caminhos sempre iluminados e evolutivos. Beijo.

  • Avatar Giovane Galvan disse:

    Hoje eu só peço paciência e sensatez para entregar meu destino
    ao tempo, que por toda a vida vem mudando os meus desejos com sabedoria e
    compaixão. Hoje troco certezas por cervejas e peço que à beira de uma mesa de bar, minhas ideias, desejos e vontades continuem a mudar.

  • Avatar Aryane Rodrigues disse:

    Texto lindooo! Bem assim mesmo!
    E, claro, parabéns pra ti! Que você continue a escrever sempre e sempre <3

  • Avatar Emilly Buscaroli disse:

    Ameeeeei o texto. Era justamente o que eu precisava “ouvir”. Parar de querer coisas e se concentrar em viver o presente. Lindaaaaa sempre Duda <3

  • Avatar Letícia Lopes disse:

    Se faz exatamente 5 anos. Então hoje você faz 25 anos?
    Se for, parabéns Duda.. <3

  • Avatar Erica Poliana disse:

    As vezes a gente sabe o que quer… Mas na verdade não é bem aquilo que precisamos!
    E no final, apesar dos pesares, dos pequenos momentos ruins que quando estamos vivendo parece não ter fim, até eles passam… E com paciência e fé o bem sempre vem!
    Parabéns Eduarda… Lindo texto!
    Vou me lembrar dele sempre que a paciência me faltar!

  • Avatar Yas Silva disse:

    Texto certo na hora certa!! <3

  • Avatar Taís Andrade disse:

    Eu agradeço todos os dias pelo o que não tenho!! Por poder sentir vontade de correr atrás de meus desejos sem saber se no futuro eles continuaram lá ou se deixei eles se esvaírem no caminho!!

  • Avatar Larissa Freschi disse:

    Ual PERFEITO !

  • Avatar Aline Maciel Hoff disse:

    Que texto lindo! Parabéns, guria! Que tu nunca perca esse dom de escrever coisas lindas, pra ti, pra nós

  • Avatar Beatriz Santana disse:

    Amei o texto e ele me fez refletir muito.

  • Avatar Luciana disse:

    Perfeito!

  • Avatar Karoline Souza disse:

    sou sua fã <3

  • Avatar Neyane Gonçalves disse:

    Nossa! Poderoso

  • Avatar Cyelen Veloso disse:

    Um texto no mínimo, incrível.

  • Avatar Manuela Silveira disse:

    Show

  • Avatar Nadhia Dantas disse:

    Não sei lidar com teus textos sempre tão apaixonantes ❤️

  • Avatar Gustavo Imlau disse:

    Belíssimo texto!

  • Avatar Mille Oliveira disse:

    Tipo texto perfeito

  • Avatar Cleiton Lopes disse:

    Muito bacana!

  • Avatar Cleidinha Oliveira disse:

    Ótimo texto nesse meu momento, e espero que com a passar dos anos eu aprenda isso, porque sou extremamente ansiosa e mandona, o que me faz muito mal, já que não posso dominar o mundo como a minha mãe fala! e confesso que li o título do texto e pensei “como alguém pensa dessa forma? ah ta bom!” e me serviu como uma luva, beijos

  • Avatar Danielle disse:

    É ótimo quando no fim do texto a gente sente um arrepiozinho =D

  • Avatar David Garcia disse:

    simplesmente, Perfeito !

  • Avatar Julianna Veronica Ferrette disse:

    hahaha É impressionante como isso acontece.. Tenho 23, e ainda desejo coisas bobas, embora me envergonhe do que desejei anos, meses, dias atrás.. E isso que é legal..
    A maturidade vai acontecendo aos pouquinhos e tudo se encaixa, a vida é apaixonante!!!
    Ótimo texto, Eduarda! Parabéns

  • Avatar Olga Lima disse:

    Sempre com textos belíssimos e cheios de sapiência *-*

  • Avatar Rômulo disse:

    Pareceu, salvo engano, meio que vc tá deixando a vida te levar… leve, tranquila, sem ambições. Sem dúvida, houve um grande progresso em se livrar de algumas amarras. Porém, nós humanos, precisamos de metas, sonhos, progresso, pois a vida anda dia após dia. Se nós não tomarmos nossas próprias decisões, a vida, ou alguém, vai decidir por nós. Fiquem bem :)

  • Avatar Lana Silva disse:

    Como me arrependo de ser gananciosa e querer tudo para ontem, hoje vivo um dia de cada vez, não vivo querendo tudo a toda hora, hoje sei esperar com mais paciência a hora certa chegar.

  • Avatar Érika Marques disse:

    Que perfeição, que sabedoria e cautela ao colocar cada palavra.
    Em vocês me espelho para não só atingir meus ideais, mais me espelhar para saber me colocar diante dos desejos da vida, e saber ver que tudo tem sua hora. Não parem nunca de escrever, porque vocês são fonte de inspiração sei que nao só para mim, mais para muitas pessoas ♥

  • Avatar Tamirys Ventura disse:

    Sempre um texto maravilhoso, obrigada <3