A mulher em mim

A mulher em mim, ainda não consegue entender que é mesmo uma mulher, as vezes ela se vê menina outras adulta. Ela sabe que tem responsabilidades, sabe da sua idade, sabe que amadureceu com os erros e apertos que passou na estrada e na vida, mas insiste em sonhar e acreditar com um mundo colorido e feliz, onde as pessoas se amem e respeitem acima de qualquer coisa…

A mulher em mim, já quebrou a cara muitas vezes pela menina em mim acreditar tão facilmente nas pessoas e achar que todos jogam limpo e tem o coração puro como o dela, mas isso foram aprendizados e hoje ela já entende que não pode abraçar o mundo, porque ele morde você como o cachorrinho que mordeu o seu rosto em 98.

A mulher em mim, detesta príncipes encantados e nisso a menina e a mulher se combinam. Ela só deseja alguém que esteja na mesma vibração, que queira ajudar a plantar as sementinhas da transformação e que não tenha medo do amanhã, que tenha risos bobos e que entenda seus sonhos; que ouça somente seu próprio coração e divida dias felizes com ela, que tenha coragem para viver com o coração fora do peito, como ela vive e claro, que queira crescer!
Que não tenha medo de ter uma mulher inteligente ao seu lado, que não se sinta menos homem por isso…

A mulher em mim, gosta da vida! Gosta das boas surpresas, dos pequenos gestos, dos momentos não planejados, de olhar as estrelas mas também adora as noites de Rock and Roll, dança, cerveja e gargalhadas… Gosta de dominar e ser dominada, gosta de tudo bem leve e equilibrado, da liberdade, de vento no rosto, de piadas bobas, bom humor…. Aaaah o bom humor, aliado à inteligência, não tem como resistir.

A mulher em mim é tão mãe, tão amiga, tão companheira, tão conselheira e tão menina…

A mulher em mim, ainda está em construção, e acho que sempre estará… Mas o que realmente importa, é que o projeto inteiro é baseado em amor puro.

Comentar sobre A mulher em mim