watchyou Esta foto é sua?

Diga o que gostas e não te direi quem és

Eu adoro dança de salão. Acha estranho? Até meio ridículo? Pois é. É bom que você saiba também que o meu lugar favorito no mundo é uma roda de samba, que adoro os filmes do Harry Potter e que, sim, de vez em quando leio esses livros da moda e até curto. Se você acredita que isso define a minha personalidade, ou de quem quer que seja, é bom parar de ler esse texto por aqui.

É chocante como as pessoas têm preconceitos bobos. Você já parou pra pensar quanta coisa boa deixa de ouvir, fazer ou ler por conta de pensar no que os outros vão achar? Ou então, se deu conta de que, ao tentar esconder algo que realmente gosta por medo do que os outros vão pensar, está se assumindo menor por conta disso?

É uma questão de maturidade discernir o que você gosta ou não sem obstáculos e, mais do que isso, sem julgar o que é bom para o outro. Não existe arte ruim. Existe a que te agrade ou não. E isso não faz de você mais inteligente do que ninguém.

Mas, como diria Nelson Rodrigues, “o inferno são os outros”. Não é difícil encontrar alguém que diga que seu autor favorito é ele, quando nem sabe quem é Engraçadinha. Ou então postar no Facebook que “só o Chico Buarque me entende” e não saber citar cinco músicas dele. Quer ver, então, Clarice Lispector e Caio Fernando Abreu. Todo mundo age como se tivesse todos os livros da cabeceira, sem nunca ter nem pego na mão. Mas pega bem. Impressiona. Só não convence.

Não é porque gosta de Valeska, Calypso, Zezé di Camargo e Luciano ou o que quer que seja, que você é diferente de alguém. Se você está curtindo um pagode enquanto seus amigos estão discutindo a profundidade das letras de Milton Nascimento, não há motivo para vergonha. Se você só escuta rock ’n’ roll, isso não te dá o direito de ser pejorativo com quem adora um arrastapé.

O mundo seria pobre se não fossem as diferenças. E pobre de quem acredita que só o que lhe agrada é verdade absoluta. Vive na mentira.

OBS: Vamos aproveitar esse post para deixar o preconceito de lado e colocar aqui nos comentários um gosto que você esconde por medo do que os outros vão pensar?

Comentários