E se a gente não der certo?

Eu sei que isso pode acontecer. Sei que tudo o que planejamos pode não acontecer. Sei também que você pode se cansar de mim e eu também de você. A gente pode sentir preguiça de responder mensagens. A gente pode começar a ignorar um ao outro. A gente pode priorizar outras coisas que não as respostas um para o outro. Essas coisas podem acontecer.

Não dá para saber se vamos sentir algo forte o bastante para durar por muito tempo. Essa coisa toda de renovar sentimentos, de gostar um do outro um pouco mais todos os dias. Tudo isso pode não acontecer. Toda aquela coisa de cultivar o que sentimos um pouco por dia pode não dar em nada no fim.

Você pode conhecer outra pessoa. Pode passar a achar graça em outra piada. Pode chamar outro alguém no diminutivo. Pode aceitar outros convites para sair, pode rejeitar os meus. Isso pode acontecer.

A gente pode começar a brigar pelos menores motivos. Conversas não vão adiantar. Eu posso te xingar e me arrepender, você pode fazer escândalo sem porquê.
Muita coisa pode acontecer e a gente pode não dar certo.

Você pode não gostar dos meus amigos. E quando não for pior: você pode desconfiar de alguns deles. Nosso ciúme pode se descontrolar e podemos nos ver vivendo dias de guerra em meio a folgas de paz.

E eu também posso não aguentar mais. Eu posso te esquecer entre um dia e outro. Posso torrar a paciência em ter que te avisar que cheguei. Eu posso querer outro corpo perto do meu para deitar. Não dá para ignorar como tudo isso pode acontecer.

E se o passado voltar para nos incomodar? Isso também pode acontecer, eu sei. Você pode sentir uma saudade do que viveu, muito maior que a saudade de me ver de novo na semana. E eu também posso estremecer. Uma foto pode me fraquejar. Um perfume de saudade pode vir me visitar.

Não dá para ignorar tudo o que pode ajudar para que a gente não dê certo.
Então o que a gente faz? E se a gente preferir pensar diferente? Se a gente escolher olhar para o agora e não lá na frente? E se gente lembrar que do começo não dá para enxergar o fim? E se a gente se preocupar mais em aproveitar do que pensar naquilo que pode ou não acontecer?

E se a gente não der certo? E se a gente tentar que não dê errado?

Comentar sobre E se a gente não der certo?

38 comentários abaixo sobre E se a gente não der certo?

  • Natalia Correa disse:

    Primeiramente.. parabéns, feliz aniversario, que Deus continue te abençoando com esse dom maravilhoso que é escrever..
    Incrivelmente essa semana, eu estava falando sobre isso com uma amiga, sobre o “e se não der certo”, na realidade foi ontem, e os seus textos parecem que ornam com o que eu estou passando. Acabei de ler o seu texto “se apega sim” e você vem com algo a mais pra complementar.
    As 15h de todas as quartas tem se tornado um momento sagrado pra minha pessoa, paro tudo o que estou fazendo pra ler seus textos, e quando não é aqui é no “um travesseiro para dois”
    Continue sempre essa pessoa =)

  • Juliane Cabral disse:

    E se de repente, alguém escrevesse tudo que nós pensamos? E, aconteceu!

  • Thamires disse:

    E nessa de “E se…”, eu sempre arrisco e descubro o resultado depois. ;)
    Parabéns! Amei o texto.

  • Cândida Vieira disse:

    Sentindo e enfrentando todos esses medos, ultimamente.
    Você escreveu tudo que estou pensando.

  • Rafael Miranda disse:

    Me fez lembrar de um texto que escrevi

    “Eu vi, vi de longe. Não sabia o que era mas havia algo ali, instigante, incomum. Demorei para perceber o que todos me falavam a tempos. Até desviei o olhar por alguns instantes, antes de começar a te olhar como nunca havia olhado. A cada dia ia me policiando, se acumulavam as vezes que você aparecia em meus pensamentos. Sorrateira, fosse tomando um espaço meu que não é acostumado a receber visitas, me invadiu com a maestria de quem planeja friamente cada etapa. O soco veio em forma de angústia, medo, alegria. Foi um choque prolongado, eu percebia o que estava sentindo e todas as consequências possíveis, mas não conseguia te tirar da cabeça.

    Nunca imaginei que iria acontecer onde aconteceu, no mesmo canto onde a um tempo atrás reclamavas de um babaca que não te quis. As coisas não acontecem do jeito que desejamos, mas temos que encarar sem medo. E não senti medo. Tudo foi saindo da minha boca de um jeito leve, quase tranquilo. Como te falei, teu abraço é conforto, calmaria. Quem gosta, aprecia, cultua. Eu declamava, me declarava. Cada dia sem resposta se torna um aperto, seus olhos não se encontram com os meus como antes e quando o fazem, meu mundo para. Seu azul é o mais intrigante que já vi. Por trás dele está uma pessoa que já teve muitas batalhas, aguentou até o desnecessário, e continua sorrindo. Um riso que cativa qualquer ouvido em seu caminho. Peço que não pense em mim como apenas outro desesperado ou adoidado, porque o jeito que te olho é muito mais sincero e verdadeiro que qualquer outro.
    A pior parte é que quando me encaras não consigo fazer nada além de cair em encantos, nós dois sabemos disso. Apesar de tudo, você perto de mim ainda é uma coisa inexplicável.”

  • Maria Cardoso disse:

    Cultivando um pouco a cada dia a paixão por seus textos!

  • Taís Andrade disse:

    Deixar ir é um dos dilemas que temos tão grande…pq não sabemos se devemos ou não tomar esta decisão!!

  • Natallia Moser disse:

    Muitas vezes precisamos parar de nos preocupar tanto com o futuro, e viver e aproveitar cada segundinho valioso do nosso presente!! O que tiver que ser, vai ser. Texto lindo demais Márcio ❤

  • Marcela disse:

    to bem nessa vibe

  • Junior Pereira disse:

    Que texto… chega a assustar. Parabéns Márcio.

  • Maylana disse:

    Obrigado, estava precisando ler um texto desse.!

  • Pedro Espeschit disse:

    O medo de tentar arriscar um relacionamneto hoje em dia, é na maioria das vezes, que os erros do passado volte acontecer. Cada vez mais comum encontrar pessoas solteiras dispostas a ter um relacionamento, mas falta coragem em tentar fazer que não dê errado. Ótimo texto.

  • Mauricio Andriotti disse:

    No meu caso foi ao contrário, ela cheia de duvidas e eu cheio de certezas.. duraram 10 meses e terminamos.

  • Nadhia Dantas disse:

    “E se a gente não der certo? E se a gente tentar que não dê errado?” Esse final me arrepiou!!!

  • Renan Lira Jr. disse:

    gostei do texto parabéns.

  • Letícia Mendes disse:

    Se texto fosse calma os seus iam ser a brisa mais leve que eu já senti na minha vida Márcio! Demais ♥

  • SayuRi Chyan disse:

    LIndo adorei!!!

  • Jullyane Kharen Ramos disse:

    “E se a gente preferir pensar diferente? Se a gente escolher olhar para o agora e não lá na frente?”… Porque o agora é a única certeza que temos. O amanhã é incerto e o ontem não nos pertence mais. E que o tempo traga o que é nosso. Mas que não nos limitemos ao tempo.

    Amei seu texto!

  • Isabela Liberato disse:

    O segredo é viver o agora , claro , sempre planejamos o futuro , mas que isso seja com menos frequência , as vezes ficamos tão focados no futuro que esquecemos do agora e acaba que o futuro que você tanto planejou não acontece e no fim você não aproveitou nada , não curtiu , não viveu e só vai te restar a saudade e a vontade de voltar no tempo.

  • Ana Carolina Ropero disse:

    Um texto nunca coube tanto no meu momento.

  • Paulo Silva disse:

    E se a gente não comprar o carro pensando no dia de vendê-lo? Talvez possamos aproveitar melhor cada uma das viagens em que ele vai nos levar.

    E se não comermos a sobremesa pensando nas calorias que ela vai nos dar? Talvez seja mais gostosa cada mordida.

    E se não ficarmos pensando, imaginando, planejando? Talvez sobre mais tempo pra aproveitar e simplesmente amar.

  • Natalia Marrache disse:

    Aquele texto que você encontra no acaso, e se encaixa em cada pequeno sentimento dentro de você.
    Obrigada <3

  • Monica Arangio disse:

    Tô na mesma Lara

  • Sandra Regina disse:

    Eu estou vivendo essa expectativa, vivendo essa dúvida… Mas, eu prefiro manter a esperança que vai dá certo, porque no fundo, no fundo… Não quero que isso termine! Amei o texto, e incrivelmente, Márcio Rodrigues descreveu minha vida mais uma vez.

  • Gabriel Luca disse:

    Muito bom o texto! Não podemos deixar de viver algo bom pensando no “e se”, mesmo que a gente quebre a cara no final, porque nunca se sabe o que vai acontecer se a gente não tentar, se arriscar.

  • daniel disse:

    Como a gente complica algumas coisas.

    Deixamos de tentar pelo por acreditar que tudo pode falhar. E realmente pode.

    Estou em um capítulo da minha vida que não deixo as oportunidades escapar, pelo menos pra ver no que pode acontecer. Não posso simplesmente pensar que a pessoa certa irá cair em meus braços só pq sou alguem legal(pelo menos é o que minha mãe diz né).

    Uma amiga duvidou que eu iria ir na “tiroleza” da casa dela, na verdade até eu duvidei. Coloquei na cabeça como isso poderia ser divertido, respirei fundo e fui com tudo.

    Parece um exemplo bobo, mas quantas vezes deixamos de fazer algo pelo simples medo de não dar certo. Todo mundo diz, “O não vc já tem, busque o sim”

    ótimo texto marcio =p

  • Isabella De Souza Silva disse:

    Medo de já estar no “se”, de já ter outro diminutivo no lugar do meu.

  • Cínthia Alessandra disse:

    Eita…

  • Lidiane Nascimento disse:

    Nossa Marcio, muito obrigada pelo texto.. Coube certinho na minha vida atual…
    Gratidão.. Muita gratidão a você!

  • Luh_Keehl disse:

    Moço, você sabia que não tem direito que quebrar em mil pedacinhos meus coração assim, sem nem antes me pagar uma tequila pra aliviar a dor? :| Ai pra completar, começou a tocar The Killers – Mr. Brightside seguida de Ed Sheeran – Photography na playlist que tava no aleatório. Encaixou certinho na minha vida atual mas sabe, to sendo a pessoa mais positiva que eu já fui até hoje. Vai dar certo sim!

  • Cíntia Junqueira disse:

    Esse texto é mara!!! Perfeito!!!

  • Rony Guedes disse:

    belo texto hein

  • Devoncka Paula disse:

    Achei mais que demais esse texto, se encaixa na minha atual situação !!

  • Tanivia Timbo disse:

    Os meus “E se” ainda não tiveram finais felizes…

  • Daia Gualtieri disse:

    E se no meio de toda essa incerteza, a gente perceber que não quer viver longe um do outro?

  • Stefanie Alexandra disse:

    E se a gente viver o agora, o momento presente como se fosse um Presente? Todos temos bagagens na vida, mas quando amamos alguém, queremos tentar que dê certo, fazemos de tudo para isso. Se não der MAIS CERTO? Bom, terá dado certo durante um tempo… E se um dia deixar de dar certo, que cada um dê certo seguindo seu caminho…
    Eu entendi o texto desse jeito s2

  • Cláudia Nunes disse:

    Que delícia de texto, Márcio… :))