Eu ia dizer que sonhei com você, mas não vou te dar esse gostinho

Diego Henriquepor Diego Henrique

Eu ia te ligar quando acordei depois do sonho. Aliás, foi um puta sonho lindo. Teve abraço apertado, daqueles que eu adoro, sabe? Teve sua risada gostosa, teus olhos escuros me fitando e sua voz de menina dengosa pedindo atenção.

Mas não liguei, não. Sei lá se é porque era tarde – ou muito cedo. Acabei deixando pra lá. Mandei um áudio, mas o destino quis que a mensagem nem fosse enviada. Então eu apaguei.

Tu já é abusada demais sem saber, imagina se eu me exponho todinho e abaixo a guarda? É que quando o assunto é você, eu prefiro fazer marra mesmo, só pra ver tua cara.

Então, não. Quem disse que eu sonhei com você? Nunca nem vi. Só porque acordei e fui ouvir um xote, imaginando você aqui? Muita prepotência sua achar que eu tô sentindo sua falta pra caralho e tô morrendo de vontade de te ver. Quem te falou isso? Eu nego. Só pra te pirraçar. Só pra te enlouquecer.

Eu ia dizer que sonhei com você, menina abusada, mas não vou te dar esse gostinho. Sonhei com a saudade, que é quase a mesma coisa. Ia dizer que sonhei com você, mas não vou. Não hoje. Quem sabe no sonho dessa noite.

Comentar sobre Eu ia dizer que sonhei com você, mas não vou te dar esse gostinho