Esta foto é sua?

Eu não sou trouxa. E nem você.

Não deixa ninguém te desmerecer. Você está aqui para aprender.

O mundo não é um mar de rosas, mas só o ato de você querer
Pode fazer que seja.

O amor a gente sempre deseja. A gente vai imaginar 2 filhos, 4 cachorros e 1 periquito. A gente sempre planeja,
Mas não quer dizer que aconteça.

Mas escuta aqui:
Se não foi tudo como você gostaria que fosse, se alguém não te correspondeu,
Se foi ruim, se não era para ser, se doeu
E no fim já morreu alguma coisa que nem sequer nasceu.

Você não foi trouxa.

Não deixa ninguém te fazer acreditar que você foi trouxa por gostar de alguém. Por lutar
Por gostar
Por amar
Ou por se apaixonar
E por no final não ter dado certo como deveria dar.

Lembra que você passou de muitos estágios do que essa pessoa que insiste em te rebaixar

Você-ao-menos-foi-tentar.

E se você achar que isso não valeu à pena, pois teve de se machucar.
Eu sinto muito, Darling. Mas essa é a forma mais “rude” que a vida usa para ensinar.
Não há mal nenhum em errar. Não há mal nenhum em se arriscar.

“O que te faz mal, depois de algum tempo te fortalece”
Não vem para te matar.

Esquece isso.

Trouxa é quem insiste em te chamar
Mas que arregaça as calças na hora de “provar”
Esquece. Passa por cima, vive, anda. E ria.

E se ele insistir em te gritar
Não tem problema, pode me chamar.
Eu adoro chegar na rodinha da “sabedoria da vida”
E pegar umas bocas para calar.

Tá? ;)

“Pare de acreditar que o problema está no amar.

Comentários