Esta foto é sua?

15 spoilers reais que quase fizeram a vida perder a graça

Minha posição enquanto escritor é das mais delicadas: escrever textos de filmes revelando minimamente alguns spoilers. Meu filtro e bom senso funcionam mais ou menos assim: tento escrever sobre uma cena, mas não revelar exatamente o que acontece nela. Gosto de apimentar a vontade ao invés de matá-la. Quando o filme é mais antigo, a tarefa fica mais fácil, já que o spoiler tóxico, creio eu, tem a ver com algo recente, caso contrário não da pra esperar a humanidade toda ver o conteúdo até poder comentar sobre ele.

O fato é que os spoilers sempre existiram, muito antes dos grandes seriados e fãs maníacos. As revistas que entregam o que vai acontecer na novela estão aí para comprovar. O termo “spoiler” vem do verbo “To Spoil” que remete a estragar algo. Creio eu, que ao longo da vida real, num panorama mais abrangente, diversas revelações foram feitas a nós, muitas delas contra a nossa vontade. No mundo dos seriados, o spoiler mais grave que eu ouvi foi que Charlie morria na terceira temporada de Lost.

Mas o spoiler real que mais me tirou do sério até hoje, mesmo que de forma acidental, foi obra da minha ilustríssima mãe. Aconteceu num dia em que eu tinha preparado uma festa surpresa pra uma amiga chamada Giovanna. Eu já estava no salão de festas com tudo pronto e a aniversariante ligou na minha casa. Minha mãe atendeu e ela perguntou se o Eduardo estava. Minha mãe respondeu que ele estava na festa surpresa da Giovanna. Nesse momento a surpresa deu ruim e o forninho desabou junto. Agora deixo aqui uma lista bem humorada de spoilers que quase estragaram a graça da vida. Nos comentários, você pode contribuir com o seu.

1 – Que o Jô não era gravado de noite

Estava eu na Rede Globo aqui de Sampa levando meu material de ator pro setor de recursos artísticos até que me deparo com uma multidão ordenhada por seguranças as 14h. Para onde iam essas pessoas? Plateia do Jô. O Jô fanfarrão, grava duas ou três vezes por semana de tarde e no resto fica só na mordomia e na feijoada. Aquele cenário notívago sempre me enganou, e eu espero que você que não sabia fique triste com a revelação.

jo

2 – Papai noel não existe

Poxa, eu adoro o espírito natalino, tirando as comidas. Tem a coisa do ritual de escrever a carta pro Papai Noel, ser obediente durante o ano, e fingir que estou dormindo na noite da véspera para tentar vê-lo escondido. Eu preferia não saber, talvez esse seja um dos spoilers mais dolorosos da minha vida. Me julguem.

3 – Que eu tinha amizade por interesse

Amizades por interesse começam na nossa infância geek. Se você já tem o novo Fifa, geral interfona no seu ap pra combinar campeonato. Sou da época em que o jogador Janco Tiano mandava bem nas goleadas e dava pra driblar o goleiro facinho pra marcar gol. Mas quando o seu outro amigo comprava outro jogo exclusivinho, você logo era esquecido, abandonado, ninguém mais te cutucava. Um belo dia um amigo revelou algo que me deixou um pouco triste: existem amizades por interesse.

4 – Que o Chaves não morava no barril

Pipipipipi. Eu sempre me indagava sobre como era aquele espaço dentro do barril. Como cabiam as tralhas, o travesseiro e o Chaves dentro. Daí que num certo episódio, Chaves conta que ele mora no apartamento 8 e que o barril é apenas um esconderijo. Um novo mistério ficaria para sempre no ar: quem pagava o aluguel do Chaves?

5 – Que quando alguém morre, não vira estrela

Minha avó sempre me contava que alguém morreu dessa forma, e pra mim era muito mais poético. Daí veio à realidade e mil outras teorias. Eu fico com a do filme “Sexto sentido”.

6 – Que o Macaulay Culkin morreu (e depois não morreu mais)

Isso pra mim foi sempre um pouco confuso. Eu já ouvi essa falsa notícia umas 20 vezes. E quando pequeno isso me confundia um pouco, já que se ele morria e depois reaparecia eu também poderia morrer e aparecer de novo. Imaginem se isso acontecesse hoje e a galera da timeline que adora esse tipo de notícia ficasse sabendo que era mentira?

tumblr_inline_mhb9euPbRQ1qz4rgp

7 – Que o valor das notas importava mais do que o número de dinheiros

Eu achava que o número de dinheiros era muito mais importante do que o valor das notas. Ou seja, pensando nos valores de hoje, se eu ganhasse várias notas de R$ 2,00, eu me sentia muito mais rico e famoso do que uma nota de R$ 100.

dinheiros

8 – Que as pegadinhas do Malandro eram combinadas

Malandro sempre foi suspeito, mas quando a farsa das pegadinhas começou a pipocar, eu me senti muito traído, mudei de canal para sempre. As pegadinhas eram pegadinhas, triste metalinguagem.

9 – Que a Sandy & Junior não eram filhos do Chitão com o Xororó

sandy

Era quase uma constatação ingênua. Relacionar a dupla mirim com apenas um dos cantores sertanejos era uma barreira cognitiva. Era muito mais fácil pensar que Chitão engravidou de Xoróró e nasceram Sandy e Junior. É… Eu acho que pirei. Mas pense que seria muito mais fácil pra galera conservadora ir lidando com a modernidade.

10 – Que o verde do Gorgonzola era fungo

Gente, qual a utilidade de saber que o queijo mais delicioso que existe é habitado por seres esverdeados que vão de encontro às papilas a cada mordida? Me expliquem? Penicillium roquefort: tenho medo desse nome. Saber que estou comendo mofo não é legal.

11 – A Xuxa conta que já viu um duende

“Podem me chamar de louca mas eu vi um duende”. Depois dessa revelação comecei a dormir com os pés pra dentro da coberta. Xuxa, melhore!

12 – Que o Silvio Santos usava peruca

Num seria muito mais legal se a gente visse essa cena sem saber da verdade sobre os cabelos do homem do baú? Maysa a gente te deve essa pra sempre!

Eu usaria o gif desse site http://otvfoco.com.br/confira-momentos-engracados-protagonizados-por-silvio-santos-retratados-em-14-gifs/  mas qq coisa tem o vídeo na integra.

13 – Que o Hamburguer do MC era de minhoca

Há quem diga que é lenda, e eu quase nunca como, mas a famosa “miocosul”, uma espécie de minhoca, é a iguaria misturada à parte bovina do hambúrguer. Ao que me consta, a minhoca é seca e moída e vira uma farinha de extrato proteico. Foi então que eu entendi porque o Ronald vive rindo da nossa cara. Blé!

giphy (1)

14 – Empadinha é feita com massa podre

Ok, isso não é algo tão grave, mas quando ouvimos o termo “massa podre” da aquela má impressão na hora de mordiscar uma empada.

15 – Que essa mágica era tão idiota

Nessa mágica, você deve escolher uma carta mentalmente e o vídeo faz com que exatamente a carta que você escolheu desapareça. Mas quando você descobre a verdade sobre a tal mágica a gente se sente meio…

BOOOOOOOOOOOOOONUS!

De bônus, gostaria de deixar um vídeo humorado de Doug Stamper sobre spoilers, que elucida bem o que eu penso sobre o assunto.

Comentários