Esta foto é sua?

Por quê o amor próprio é tão importante?

Todo tipo de amor é lindo, mas se tem um que é lindão… É o amor próprio. Quando a gente se ama, se aceita, se entende e se sente bem na própria companhia, meu amigo, não tem pra ninguém.

Ter amor próprio não é ser egoísta. É apenas saber se sentir bem e seguro na própria pele. É entender que se é inteiro sozinho, não existe ninguém que possa te completar, mas sim te ajudar a ser uma melhor versão de si.

O amor próprio nos ensina sobre todos os outros tipos de amor porque se nós não nos amarmos, como vamos amar o outro? Seja um amigo, os pais, o(a) namorado(a). O amor deve sempre começar pelo nosso lado de dentro para só depois irradiar por aí.

Ter amor próprio é saber reconhecer as qualidades, aceitar os defeitos e ter paciência para mudá-los. É saber que se você quiser viajar sozinho, ir a um restaurante ou cinema, está tudo bem, afinal, você aprendeu a amar a própria companhia. Ter amor próprio é conhecer os próprios limites, aceitar os do outro. É saber o que agrade e o que não, o que fere e o que sara.

Então, se ame. Mas, se ame muito mesmo. Se escute, se observe no espelho, ouça o seu coração, preste atenção nos seus passos, nas suas vontades, no que te acelera o peito e esfria o estômago. Se ame, mas se ame muito. Saiba que você é o seu melhor amigo e se trate como tal.

Comentários