Para ler quando o amor acabar

Ninguém lida bem com o fim do amor. Nem um Buda saberia se despedir sem sofrer, muito menos você, que é um ser humano cheio de emoções à flor da pele. Mas, antes de mais nada, entenda que dor e […]

3 temas do Papo de Segunda que deveriam ser de todo dia

Homens falando sobre sexo a gente encontra em qualquer esquina. Comentando sobre política, também. Um rindo do outro não é difícil e às vezes um papo sobre sentimentos até que rola, mas é só algum estranho se aproximar que o […]

A geração que tudo idealiza e nada realiza

Demorei sete anos (desde que saí da casa dos meus pais) para ler o saquinho do arroz que diz quanto tempo ele deve ficar na panela. Comi muito arroz duro fingindo estar “al dente”, muito arroz empapado dizendo que “foi […]

6 motivos para agradecer a Sandy pelas mulheres que somos hoje

Todas nós somos amigas íntimas da Sandy. Eu, você, Fernanda Gentil, Manu Gavassi (gata, invejei muito isso aqui). Todo mundo ensaiou como seria conhecer o Junior, tinha pastas com todas as revistas que saiam com qualquer notinha sobre a vida dela. Sabíamos todas as […]

O amor é um confortável tricô com pontos abertos

Um dia de frio, na cama, meu namorado brincava de usar adjetivos estranhos para definir a sensação de estarmos abraçados sem fazer nada. Uma das mais verídicas expressões que ele usou foi “confortável”. Hoje mesmo, ao conversar com amigas queridas, […]

Amar sozinho é desamor

Amar sozinho é o auge da resiliência. É se acostumar com a solidão por achar que a companhia do amor que sente é suficiente. Preferir sentir a frustração da falta de companhia do que a tristeza da partida do amor. […]

Mudar não é futuro, é também passado

Meu escritório virou almoxarifado. As caixas se acumulam e me trazem a sensação de que carrego coisas demais. O namorado me olha e diz “acho que subestimamos nossa capacidade de acumuladores”. E nós rimos. E as caixas continuam ali, empilhadas […]

É melhor ser triste do que ser alegre

Quero começar esse texto te dizendo que você não precisa sentir pena de mim. Não me imagine chorando, nem sentada num quarto escuro. Estou vestindo roupas coloridas, apaixonada pela minha vida e pelas pessoas que nela habitam, cheia de planos […]

Maria Ribeiro e o livro que me fez mudar de ideia

Li Trinta e oito e meio em um dia. O dia em que saí da livraria com um sentimento de “vamos ver qual é a dessa garota” e terminei com a certeza de que Maria Ribeiro não é uma garota. É uma […]