Esta foto é sua?

Agora que você está aqui pedindo para recomeçar, preciso te dizer

É, você realmente está aqui, depois de todo esse tempo, pedindo-me que te deixe entrar novamente. Confesso, bem previsível da sua parte.

Eu sabia que esse dia chegaria exatamente pela forma que te vi partir. O jeito que me deixou disse tudo sobre você, mas, principalmente, sobre o nosso futuro. Juntou as suas coisas como se elas nunca tivessem dividido o mesmo espaço que as minhas nesse grande guarda-roupas que é a vida. Pisou nos nossos planos e decidiu construir novos com alguém que nunca esteve nessa equação tão nossa. Vi-te ir com o desejo de se encontrar em tantas outras pessoas que nem se deu conta que havia a possibilidade de nenhuma delas querer realmente ficar ao teu lado. Nenhuma além de mim.

Esperei pelo dia em que poderia te dizer um “eu avisei”. Não com um ar de orgulho bobo daquela gente pentelha que gosta de jogar na nossa cara o quanto nos fodemos. Não! Mas com a certeza de que nunca mais colocará alguém no mesmo lugar em que eu te vi partir; que você dará mais valor a quem estiver ao teu lado antes de perde-la. Eu sei que você aprenderá, porque, apesar de tudo, teu coração sempre soube reconhecer quando errava.

Então, sim… eu te avisei. Avisei que não estaria mais aqui quando você decidisse voltar. E como eu avisei! Pedi, implorei e derramei centenas de lágrimas como uma tentativa angustiada de te fazê-lo entender que era um erro deixar tudo para trás em busca de bocas e corpos diferentes. Gritei com todas as letras todos os sentimentos que teríamos de abrir mão em favor das suas dúvidas e aventuras. Eu quis te fazer enxergar que eu estava ao seu lado, que estava disposta a segurar a sua mão quando tudo parecesse confuso demais.

Acima de tudo, eu avisei que, quando percebesse que havia jogado tudo para cima em vão, você não encontraria mais aqui aquela garota complacente que eu fui. Por muito tempo, eu soube esperar todos os seus momentos de dúvida. Tentei me provar a cada dia para fazê-lo ter a certeza que nenhuma tempestade na sua vida me faria desistir de nós.

Mas veja bem, meu bem, você desistiu primeiro. Fica, eu pedi desesperada, enquanto te via fechar a janela do carro e sair para a sua nova vida. Você foi e nem se deu ao trabalho de olhar para trás a fim de remendar o buraco que havia aberto em meu peito. Deixou em pedaços alguém que só soube ser sua, esperando em troca o mínimo: amor.

Agora que está aqui pedindo para recomeçarmos de onde paramos, preciso dizer-te: aquela pessoa não existe mais. No lugar dela está alguém que reconhece que amor não se implora, não se troca, não pede um tempo. Que quem ama pode ter todas as dúvidas do mundo, mas carrega consigo a certeza de querer ficar. Há aqui uma mulher que chorou por semanas adentro, mas acabou entendendo que quanto mais te amava e dava novas chances, menos ela era ela mesma. Descobri-me suficiente, porque te ver partir foi o que me permitiu reencontrar a mulher que eu era antes de ser a sua garota.

Mas devo deixa-lo saber também que não fui embora por falta de amor. Eu te amei, e como amei. Fui embora porque precisava voltar a me amar.

Comentários