Esta foto é sua?

Quando acontece a conexão…

Se o amor é o conjunto de tijolos de formam uma casa, a conexão entre as pessoas é o cimento entre os tijolos. O cimento não faz a casa ficar grande, nem a faz ficar bonita e imponente, e chamar a atenção de todos. Mas se houver algum problema no cimento, a casa cai toda. Cedo ou tarde. E se o cimento não estiver bem feito, os muros vão se desfazer em umas poucas horas. Em um relacionamento é exatamente assim que funciona. O amor faz a casa ficar grande, mas não a mantém no lugar sozinho.

Eu não sei vocês, mas comigo essa conexão é algo bem fácil de sentir. Na maioria absoluta das vezes eu já percebo, antes mesmo de ficar com a pessoa, rolou a conexão, da minha parte, claro, e assim já sei se teria chance de eu me apaixonar. Não é tão racional quanto parece, acreditem. Com todas as minhas dez ex-namoradas foi assim. Assim que começamos a nos falar ou a nos conhecer, mesmo antes de ficarmos pela primeira vez, eu já sabia que algo iria acontecer, e que, invariavelmente, eu iria me apaixonar. O famoso “eu ainda vou casar com essa garota”. Nunca casei, mas cheguei perto algumas vezes.

E o curioso é que a conexão não tem barreiras físicas e espaciais. Às vezes você sente a conexão com alguém que você viu uma vez, ou alguém que você nunca viu. No meu caso, pode ser alguém que eu vi meia dúzia de vezes e nunca ouvi falar, ou pode ser uma pessoa (fictícia) que mora a 450km da minha casa, com quem eu só converso por mensagens de texto e de voz (e que voz fictícia deliciosa), talentosa, inteligente, mas que algo já me diz que o cimento é bom. Só faltam os tijolos. E se você tem um cimento de qualidade, conseguir bons tijolos é fácil, mas o contrário nunca acontece. Depois de empilhados os tijolos, não se pode trocar o cimento. Então, se preocupem mais com a conexão, com o cimento primeiro. E não é o tipo de coisa que se força, ou está lá ou não está. E um erro que pode ser fatal é tentar empilhar tijolos sem cimento. Não adianta, se a conexão não estiver lá, se o cimento não for suficiente, os tijolos vão cair. Em cima de você. Na sua cara. E vai quebrar a sua cabeça. Nunca ignore o cimento.

Comentários