Imagina que doido gostar de alguém de novo?

Eu não tenho uma namorada, e como um ser humano normal volta e meia sinto falta de certos prazeres que um relacionamento pode nos proporcionar. E são tantos.

Sinto falta de coisas triviais, que porventura são as mesmas coisas que tempos atrás julguei como monótonas. Mas esse é o ciclo da vida, não é? Sentir necessidade de comer uma maça enquanto só me resta uma laranja e, quando conseguir a maça, ver que eu deveria ter comido com mais gosto aquela laranja. Coisas da vida.

Pensando na saudade eterna daquela laranja, fico me convencendo que gosto de ser o meu próprio companheiro, mas não nego que me questiono: até quando?

Um dia todos nós vamos nos apaixonar por alguém, vamos nos foder (não achei eufemismo para definir esse sentimento), ficar desacreditados e todo esse papinho que já sabemos de cor e salteado. E mesmo tendo ciência de todos esses acontecimentos, sei que será estranho me pegar no ato de estar gostando de alguém novamente. Eu me conheço, vou colocar um fone de ouvido com uma música que me faça sentir “invencível”, caminhar pela cidade e pensar:

“Cara, será que eu to gostando dessa maluca? Tchananã” Sim, tem o tchananã.

E por mais estranho que pareça “maluca” é o meu jeito carinhoso de chamar alguém.

Então talvez um dia isso aconteça, talvez não… E esse é o charme da vida.

Enquanto isso nos divertimos com as pessoas que estão na rua à procura do que não sabemos se realmente existe, sorrio para as mulheres que eu pelo menos uma vez já imaginei nuas, aprecio as mulheres que eu teria o maior prazer do mundo de chamar de “minha pequena” e assim brinco com os meus pensamentos da forma que eu julgar mais gostosa.

Agora vivo uma vida de sedução sincera, onde o objetivo é fazer duas pessoas se divertirem da forma mais gostosa possível. Mas apesar de tudo sempre gostei desse lance de ser um lobo solitário, de trilhar meu caminho sozinho, principalmente quando nem eu sei para onde quero ir.

Mas enquanto tudo isso não acontece vou continuar sendo acordado pelo meu cachorro com lambeijos e algumas patadas.

Comentar sobre Imagina que doido gostar de alguém de novo?

33 comentários abaixo sobre Imagina que doido gostar de alguém de novo?

  • Avatar Michelle disse:

    Nossa. A Parte da música demais e da fruta tbm. Se apaixonar é bom, tô precisando. Vc arrasa Fred. Congrats.

  • Avatar Anna Paula disse:

    É verdade quando tudo acontece naturalmente é mais gostoso ;)

  • Avatar Livinha disse:

    poxa… eu tbem estou assim… uma “loba solitária” e pela primeira vez na vida gostando desse meu novo estado! E fico imaginando se um dia vou sentir de novo falta de alguem, quere ficar perto, gostar de alguem… é estranho demais, mesmo sendo uma coisa tão comum pra mim! amei o texto … nem precisa dizer… bjos

  • Avatar Gustavo Pereira disse:

    Essa é a realidade, tem hora que sentimos falta de alguém pra abraçar..

  • Avatar Monique disse:

    É sempre bom GOSTAR de novo! Costumo colecionar amores. Nunca termino e sempre volto…

  • Avatar Carolina disse:

    Aaah que graça… Amo seus textos e de hoje foi fantástico. Parabéns

  • Avatar Iara disse:

    Me identifiquei muito com este poste por hora só quero ter um cachorrinho. Vou deixar que Deus me guie.

  • Avatar Cléo disse:

    Não sou tua maior fã, acho que tu podia ser mais humilde – e não sou dessas fãs evangélicas que te acha grosso, só acho que enfim… Bom texto! @hi_cleo

  • Avatar marjorie disse:

    escreve muitoo bem! gostei do “minha pequena”.

  • Avatar Carol disse:

    A parte mais confusa é quando a gente se pergunta ‘Será que eu tô gostando mesmo?’

  • Avatar Ka disse:

    Não sei se fico feliz ou triste: nunca me apaixonei! Claro que já tive namorados, e fui por inúmeras vezes chamada de “fria”, “coração de pedra”, de “monstro”; mas o medo de me apaixonar e me fuder é tão grande, que não me deixo levar. Talvez por eu nunca ter achado um cara que me fizesse suspirar apaixonadamente, ou que merecesse que eu suspirasse apaixonadamente por ele. Você é demais Fred :*

  • Avatar Vinicius Cirilo disse:

    Aii, gostei do teu texto.. não tem todo aquele mel com açucar que a gente lê por ai, quando se fala se gostar de alguém….

  • Avatar Ingrid disse:

    Gostei!

  • Avatar Mariana disse:

    Eu já te admirava, depois desse post nem tenho palavras pra ti. Excelente.

  • Avatar fernelha disse:

    otimo texto me identifiquei,o momento q eu vivo é esse agora,o da preguiça de tudo até de se apaixonar.

  • Avatar Dalita disse:

    ta sozinho por que quer? rs

  • Avatar Amanda lamara Demétrio disse:

    Esse menino é um charme.

  • Avatar Sophia disse:

    aah,eoque eu to sentido falta de ter aproveitado mais a laranja..

  • Avatar Maria disse:

    Estou precisando sentir isso por alguém mais que seja real.Curto demais se blog parabéns

  • Avatar Fernanda silva disse:

    Muito bom o texto gostei

  • Avatar Liz disse:

    Lindo texto

  • Avatar Pam disse:

    No meu caso, faltam apenas os lambeijos e as patadas…

  • Avatar Bárbara disse:

    tô é apaixonando por tu… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk :P
    tu arrasa mesmo Fred ;D

  • Avatar Laura disse:

    Você é uma graça. Essa é a palavra. Sempre é uma delícia passar pelo blog e encontrar textos novos :)))

  • Avatar Suelen disse:

    Adorei !

  • Avatar Vanessa disse:

    Rapaz to impressiomadissima contigo escreve super bem…
    Adorei ganhou mais uma

  • Avatar Vanessa disse:

    A minha cara. Excelente!

  • Avatar Iasmynne disse:

    Cada dia mais amo ler esses textos que são super realidade, você de u jeito diferente consegue acertar em cheio viu, parabéns!!!
    Esse texto caiu como uma luva, engraçado isso, mas sempre cai né. kkk

  • Avatar Kamila disse:

    Simsimsim… Estou nessa vibe. =p

  • Avatar G.Mattz disse:

    Muito bom mesmo, adorei o blog!

  • Avatar Daniele disse:

    E no começo, é tudo uma salada de fruta…

  • Avatar Tamires disse:

    Que filosofia da fruta rs! Eu também que considero uma loba solitária, e quando percebo que quero sentir ou fazer aquelas coisas clichês de casais, dá um certo desespero heuehueh como voce disse é muito estranho. Gostei muito do que voce escreveu, muitas coisas são como eu penso!

    Bjos Fred

  • Avatar Daniel disse:

    Hahaha… eu fiz exatamente isso quando aconteceu comigo… andar pela cidade deixando apenas a musica e o som das pessoas passando acompanhar os meus devaneios sobre aquela “doida”… haha