Por que eu deixei você?

Por que eu deixei você? Já me perguntaram isso várias vezes depois que terminamos, e até hoje eu nunca soube responder. Minhas respostas evasivas variam do “isso é muito complicado” ao “eu sou um idiota” – que é a resposta real. Eu realmente sou um idiota e não faço a mínima ideia de porque eu te deixei.

Lembrei disso agora porque ontem fui a uma reunião no bar na frente da sua casa, que é a nossa ex-casa. Em um bar que nós frequentávamos. Já estacionei o carro tenso, com medo de te ver. Não sabia se era medo ou vontade de te ver, na verdade. Atravessei a rua correndo, ansioso. O que eu faria se te visse? O que você faria? Eu ia admitir que estou com saudade? E se isso te der esperança de voltar? E se te ver me der esperança de voltar e você já tiver me superado? É óbvio que eu quero que você esteja bem, e torço para que você tenha superado, mas te ver ia doer. Em mim com certeza, mas a possibilidade de te causar dor me dói mais do que se fosse em mim.

Não escolhi a mesa que sempre escolhíamos. Mas alguém pediu o doce que você sempre pedia, e tomou um chá. Você não saiu mais da minha cabeça. Toda mulher que se aproximava eu olhava, meio que querendo que não fosse você, meio torcendo pra ser você. E nos dois segundos que a minha miopia demorava pra perceber se era você ou não, meu cérebro se dividia entre pensar em uma frase para me desculpar e sair correndo, ou falar pra você esperar rapidinho que eu só vou em casa buscar mais roupas, os gatos e os cacos do meu coração e já, já eu volto pra casa, a tempo de te olhar com a coberta em cima das pernas cruzadas tomando chá e me olhando de rabo de olho pra ver se eu estou achando chato o que você está vendo na TV.

Fui uma tortura, eu não lembro cinco palavras daquela reunião. Passei a noite torcendo para que todas as mulheres fossem e não fossem você, ao mesmo tempo. Passei a noite inteira decidindo se, caso você aparecesse, eu me esconderia ou te pegaria no colo e te levaria pra cama, porque já são onze e meia e você dorme muito cedo. Desculpa, eu fui um idiota, mas “Like the inescapable pull of gravity, there was nothing I could do about it”. Seria pior para nós dois, mas eu não me preocupo comigo. Não com você por perto. Eu me preocupo com você, e eu não queria que fosse pior para você.

Eu estou confuso, eu estava confuso, eu sou confuso. Da mesa do bar até o carro, eu pensei mil vezes em bater na sua porta e pedir pra você me aceitar de volta, e dessa vez eu prometo que eu escovo os gatos pra não encher o tapete de pelos. Pensei mil vezes eu bater na sua porta chorando e dizer que eu sou o maior idiota do mundo, principalmente porque eu sei que você é uma pessoa tão maravilhosa que me perdoaria mesmo eu sendo tão idiota. Mas e se você tivesse superado? E se um namorado abrisse a porta? E se você abrisse a porta e falasse que ainda me ama, e que me aceita de volta? Assim como eu não sei o que eu fiz, na época, eu não saberia o que fazer. E você, você sempre soube o que fazer…

Comentar sobre Por que eu deixei você?

Responder Cancelar

38 comentários abaixo sobre Por que eu deixei você?

  • Avatar Aryane Rodrigues disse:

    “Passei a noite inteira decidindo se, caso você aparecesse, eu me esconderia ou te pegaria no colo e te levaria pra cama, porque já são onze e meia e você dorme muito cedo.”
    Léo, sempre deixando o meu coração apertadinhooo!
    Amo seus textos <3

  • Avatar Pamela Rodrigues disse:

    “E nos dois segundos que a minha miopia demorava pra perceber se era você ou não, meu cérebro se dividia entre pensar em uma frase para me desculpar e sair correndo, ou falar pra você esperar rapidinho que eu só vou em casa buscar mais roupas, os gatos e os cacos do meu coração…” Você sempre consegue nos fazer sentir a situação!

  • Avatar Thayssa Isabelle disse:

    Leo, seu lindo, ‘top da balada’ <3 Arrasando sempre. Deixo meu apelo : homens pfv demonstrar que estão arrependidos pode valer a pena ;)

  • Avatar sthefane disse:

    Fiquei sem ar com esse texto encantador,sincero e maravilhoso !!!

  • Avatar Eyslian Machado disse:

    Ai meu coração, vi a atual fase da minha vida nesse texto! <3

  • Avatar Carol Esteves disse:

    Léo, isso que você me faz sentir quando leio teus textos não é justo!

  • Avatar Heloisa Carlesso Kampa disse:

    ai ai ai Leo… sem mais!! me deixou sem palavras!!

  • Avatar Gabriela Santiago disse:

    Simples, mas tocante! Adorei
    Só fiquei pensando o oposto, que bom que eu deixei vc, mas que droga que eu ainda te amo!

  • Avatar Sarah disse:

    Como é gostosa essa sensação confusa, essa vontade louca de não querer encontrar a pessoa, mas torcer para que ela apareça do nada em qualquer lugar, é gostoso pq assim a gente sente, a gente até se entende, sente o texto acontecer! Delicia de texto.

  • Avatar Kati disse:

    Sério, perfeito!!! Tudo que está dentro de mim e nunca sai <3 "Toda mulher que se aproximava eu olhava, meio que querendo que não fosse você, meio torcendo pra ser você."

  • Avatar Thais Allana disse:

    me lembrou alguém.
    me emocionou muito.

  • Frederico Stewers Elboni Frederico Stewers Elboni disse:

    <3

  • Avatar Camille Stella disse:

    Foi um cara tipo esse que provavelmente fez essa mulher maravilhosa compor essa musica. E se eu puder dar um conselho? Não seja esse cara.
    https://www.youtube.com/watch?v=BK30r_SIZ-g

  • Avatar Emily Nunes disse:

    dorzinha enorme no coração ao ler isso. Mil pensamentos…

  • Avatar Maria Cardoso disse:

    Como se cada dia deixasse um pouco de mim para que você escrevesse, e a cada novo texto eu mesma aprendesse a me ler

  • Avatar Isabella De Souza Silva disse:

    Abro o texto > vejo quem escreveu > Léo Luz > Vou pegar o rolo de papel higiênico (não compro lenços). Porra Léo!

  • Avatar Angela Araujo disse:

    Me sinto assim…. Muitas vezes confusa… Sem saber se vou abrir a porta…. De como irei reagir… Já faz tempo…. Mas as vezes me pego pensando assim.

  • Avatar Nadhia Dantas disse:

    Tu arrasa demais!

  • Avatar Rayza Costa JM disse:

    ❤❤

  • Avatar caroline disse:

    Liiiiiindo!!

  • Avatar Eduarda Tavarez disse:

    Simplesmente descreveu meu momento, na verdade acho que até tenho direito aos direitos autorais desse texto kkk
    #MuitoEu

  • Avatar Hélida Fernandes disse:

    Aaaaaaah!!!! Vai logo, cara!!!

  • Avatar Hélida Fernandes disse:

    Aaaaaah!!! Vai logo, cara!!!

  • Avatar Hélida Fernandes disse:

    Aaaaaaah!!!! Vai logo, cara!!!

  • Avatar Danilo Scarabelli disse:

    “mas eu não me preocupo comigo. Não com você por perto. Eu me preocupo com você, e eu não queria que fosse pior para você.”

    Foi quando percebi isso que resolvi deixá-la.
    Nunca saberei se foi o certo, mas a vida é tão curta pra viver essa indecisão, não é mesmo?

  • Avatar Gustavo Sant'Anna disse:

    É Léozito, sua sensibilidade me prova a cada publicação que o mundo não está tão perdido quanto eu acho, no auge de minhas crises existenciais penso em “tocar o foda-se”, mas aí sempre tem um texto teu que me faz pensar: “Ok, estou no caminho certo” :).

    Mais um belíssimo texto :)

  • Avatar Sávia Freitas disse:

    o EoH é uma droga!! E eu cada dia que passa fico mais viciada! O pessoal daqui tem mania de postar nudes da alma do povo! <3 <3 <3

  • Avatar Iasmim Moraes disse:

    Abro o texto > vejo quem escreveu > Léo Luz > Vou pegar o rolo de papel higiênico […]

    hahahahha seus textos são maravilhosos

  • Avatar Elis Oliveira disse:

    a se ele demonstrasse o arrependimento…

  • Aiii que friozinho na barriga de encontrar a pessoa…sensação de montanha russa !!

  • Avatar Tatiani Carolina Monzani disse:

    Sempre leio o blog no meu serviço. E que droga, aqui não posso chorar. Garganta dói.

  • Avatar Mayara Limas disse:

    O pior é que por causa deste “E se” perdemos tantas experiencias!

  • Avatar Vanessa Santos disse:

    Léo, casa comigo? Prometo escrever pra você até quando a inspiração faltar.

  • Avatar Laís Fernandes disse:

    Esse texto tá tão cheio de realidade, dá até pra sentir o cheiro… como sobreviver ao amor, ao desamor e à dúvida?

  • Avatar Tanivia Timbo disse:

    Será que todo homem é honesto consigo mesmo assim como você foi em expor esse lado do “cara”? Será que isso é verdadeiro mesmo? Eu me pergunto se fiz/faço/farei a diferença na vida de alguém como essa mulher que você descreveu querer e não querer fez.

  • Avatar Fernando disse:

    Eu abri a porta e lá encontrei um namorado, ela já havia superado, eu não, a dor que senti é imensurável, mas ela já superou e eu preciso a esquecer, ou melhor, preciso a superar, tá sendo difícil e sofrido, entretanto a vida é assim, as vezes precisamos deixar ir, sei que agora ela está feliz e fico feliz por ela, mas cadê a minha felicidade, sei que irei A superar, mas está difícil e sinto que vai demorar.